Legislação Eleitoral

Atendendo a Legislação Eleitoral, as publicações e comentários nesta mídia estão temporariamente interrompidos até o término do período eleitoral.

Oficina de Astronomia: Esfera Celeste


                 Os estudantes do ensino médio do período matutino, Bruno Mateus Paz (1º C),  Everton Willian da Silva (1º A), Jary Paes Junior (1º C),  Luiz Henrique da Cruz (1º B),  Luiz Henrique Mascarenhas (2º A), Miguel de Souza (1º B), Paula Moraes (1º B), Paulo Ricardo Silvério (2º A) e Ricardo Steinstrasser (1º A), do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC-Jr) participaram da Oficina de Astronomia, com a temática Esfera Celeste, no Laboratório de Ciências, na tarde de 28 de junho (quinta-feira). A oficina foi mediada pela profa.  Dra. Cecília Nascimento do curso de Física da UEMS em colaboração da PROGELAB Marilaine Souza. 
                    Na ocasião foram trabalhados em conjunto algumas categorias de identificação, localização e mapeamento de fenômenos na superfície da Terra e na Esfera Celeste, houve também a familiaridade com a Carta Celeste, disseminando assim conceitos da Astronomia por meio de atividades práticas.










Aprendendo e brincando com ditado

        Os estudantes do 2º ano A anos iniciais sob a coordenação da professora Maria Amâncio, realizaram atividade “Ditado”. Cada aluno recebeu uma letra, a professora dita a palavra e eles vão para frente da sala formando a palavra ditada. Todos registram no caderno.
            O objetivo dessa aula é verificar se o aluno tem alguma dificuldade em reconhecer as letras do alfabeto.








Atividades utilizando o recurso do Linux GCompris


         Sob orientação da professora Maria Amâncio e com a colaboração da PROGETEC Suzana Ferrari, os alunos do 2º ano A das anos iniciais, utilizaram o recurso do Linux, GCompris. 
            Nessa aula foi trabalhado com os estudantes de forma lúdica a Leitura e escrita das palavras, com o objetivo de Treinar leitura; reconhecer palavras; aumentar vocabulário.














Identificação das Estruturas das Angiospermas


Estudantes do 2º ano A e 2º ano B, do período matutino do Ensino Médio, desenvolveram a atividade prática de identificação das estruturas das Angiospermas (plantas). A ação  foi mediada pela Professora de Biologia Cinthya em colaboração da PROGELAB Marilaine e dos estagiários Andressa e Kelvin do curso de Biologia da UFGD.
         Na atividade prática foram identificadas pelos estudantes as características das plantas: caules, folhas, flor, frutos, raízes,  órgãos de sustentação, órgãos de proteção e órgãos de reprodução.











Blindagem Eletrostática: Atividade Experimental de Física


         Os estudantes do 3º ano B e 3º ano C, do período noturno, desenvolveram a atividade experimental, Blindagem Eletrostática, no Laboratório de Base Científica da escola, sob orientação do Professor de Física Peres em colaboração com a  PROGELAB Marilaine Souza e dos estagiários, Debora, Pablo e Rodrigo.
         Por meio da atividade experimental foram sistematizados os conceitos físicos: processos de eletrização, material condutor, campo elétrico, equilíbrio eletrostático e blindagem eletrostática. 
        Quando um corpo condutor de eletricidade é eletrizado por meio de alguns dos processos de eletrização (atrito, contato ou indução), as cargas elétricas são distribuídas uniformemente em sua superfície. Isso acontece porque as cargas elétricas tendem a afastar-se, de acordo com o princípio da repulsão entre cargas de mesmo sinal, até atingirem uma condição de repouso, o equilíbrio eletrostático. Uma das propriedades de um condutor em equilíbrio eletrostático é que o campo elétrico em seu interior é nulo justamente pela sua distribuição de carga. Esse fenômeno é conhecido como blindagem eletrostática.













Oficina de Foguetes Caseiros


      A PROGELAB Marilaine Souza em colaboração com as Profas. de Ciências Sandra e Carliana,  desenvolveram  no Laboratório de Base Científica da escola oficinas de foguetes cartolina, com os estudantes do 4º ano A e 4º ano B, do ensino fundamental ( anos iniciais) do período vespertino.
        A ação trata-se da primeira etapa da III Jornada de Foguetes da Escola Vilmar, na qual é composta pela oficina, lançamentos dos foguetes dos estudantes e premiação do maior alcance horizontal das equipes.  
       A III Jornada de Foguetes tem como objetivo o ensino de ciências de forma prática e lúdica, disseminando assim a Astronomia e a Astronáutica por meio da competição de lançamentos de foguetes caseiros.